3 de fev de 2011

FOGO

Morena dos lábios vermelhos,
Tem a brasa na ponta dos dedos - e sabe disso...
O vento alastra teu cheiro como fumaça perfumada, entorpece e me tira o ar...
Fumaça que oculta minha floresta de pesares, me distrai...
Ah, morena... Menina-faísca de sonho ambulante, de olhar ardente
Fogo latente andarilho perturbado....
Queime minha mente!
Incendeie minha alma cansada de tanto esperar um motivo pra descongelar meu coração...

3 comentários:

  1. perfeito - sua forma de escrita está ótima...

    ResponderExcluir
  2. E que enfim o coração descongele nos braços quentes de um amor, de um novo amor. E que não tenha mais motivos pra esfriar de novo.

    ResponderExcluir